Nossa História

Alessandro Nottegar nasceu em Verona, em 30 de Outubro de 1943 e, desde pequeno, manifestou grande bondade e inteligência. Era muito generoso e sempre disponível a ajudar os outros. Casou-se com Luisa Scipionato em 1971 e teve duas filhas: Chiara e Francesca. Alcançada a formatura em medicina, Alessandro e Luisa puderam finalmente realizar o sonho missionário e foram para o Brasil, para viver como voluntários leigos a serviço dos doentes e dos mais pobres, em um leprosário. Alessandro escrevia: "Sinto-me indigno de servir Cristo Crucificado nos doentes, vejo neles meu pai, minha mãe, meu irmão, meus filhos." No Brasil, nasceu a terceira filha: Miriam.

Em 1982, ao retornarem para Verona (Itália), sentiram a inspiração de que também os casais são chamados à santidade; venderam tudo aquilo que tinham e, em 15 de Agosto de 1986, abriram uma Comunidade de Vida: a Comunidade Regina Pacis, dedicada a Maria Santíssima. Em 19 de Setembro de 1986, depois de apenas um mês do início da Comunidade, Alessandro morreu repentinamente de infarto e deixou Luisa com 41 anos e as três filhas de 14, 11 e 6 anos de idade. Na mesma noite da morte do Dr. Alessandro, um jovem casal, Mario e Rita Granuzzo, decidiram viver com Luisa e as filhas. Com a ajuda de Deus e de muitos amigos, Luisa superou o grande sofrimento da morte de Alessandro e levou adiante a Comunidade. Entraram na Comunidade jovens e casais que realizavam atividade de missionários entre os pobres e de evangelização para os jovens e para as famílias.

Nos anos sucessivos, a partir de 1990, a vontade do Senhor levou a Comunidade a estar presente em outras partes do mundo. Atualmente, a CRP está presente na Itália (Verona e Grezzana), na Hungria (Budapeste), no Brasil (Quixadá-CE, Fortaleza-CE e Feira de Santana-BA) e na Bósnia (Medjugorje). A Obra continua seguindo o carisma do Dr. Alessandro com uma vida totalmente enraizada no Evangelho, no amor, na oração, na evangelização e no serviço aos mais pobres.

A história de Dr. Alessandro e Luisa e os testemunhos do nascimento da Comunidade são contados nos livros: "Pequenos como crianças", escrito por Luisa Nottegar e "Coragem, irmão!", escrito pela Comunidade Regina Pacis.

"Eu te louvo, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque ocultastes estas coisas aos sábios e doutores e as revelaste aos pequeninos. Sim, Pai porque assim foi do teu agrado." (Mateus 11, 25-26)